Conheça Agora as Principais Tendências do Mercado de Investimentos para 2021

tendências de investimentos para 2021

Conteúdo do texto

Quem deseja começar a investir ou já investe, precisa ficar atento às tendências do mercado de investimentos para 2021 para aproveitar as melhores oportunidades e ficar por dentro das atualizações.

Por isso, neste artigo você vai conhecer quais são as principais tendências para não ficar para trás!

Cenário econômico

Para começar a entender e conhecer as tendências que o ano de 2021 reserva para o mercado de investimentos é necessário entender o cenário econômico atual.

Com os reflexos da Covid-19, diversos setores foram atingidos, alguns mais e outros menos. Setores como de serviços em geral, turismo, aviação e muitos outros que possuem a atividade principal ligada à circulação de pessoas, são os mais atingidos.

Essa baixa em muitos setores, bem como o balanço da economia internacional, fez a economia brasileira sofrer um abalo, o que é normal nesse tipo de situação.

Segundo o Boletim Focus, a estimativa de retração que o PIB tenha sofrido em 2020 é de 4,40%. Além disso, o calendário de vacinação tem influência direta quanto ao cenário econômico, pois depende disso para que os setores voltem a circular e a ter reestabelecimento.

Dito isso, fica claro que as tendências do mercado de investimento de 2021 precisam estar em consonância com essa retração econômica. Isso quer dizer que é um momento em que se pode investir, sim, mas que precisa de maior cuidado.

Justamente por conta isso é que se torna tão essencial conhecer essas tendências e preparar os investimentos de acordo com o que se espera do momento atual.

Entenda as tendências do mercado de investimento

Se você tiver maior domínio acerca das tendências de mercado para 2021 vai poder fazer escolhas mais sensatas e com maior chance de retorno positivo, o que sempre é o ideal para qualquer momento e qualquer tipo de investimento.

Dentro disso, alguns setores ganharam maior força e outros perderam, taxas de juros se alteraram e o foco de muitos consumidores mudou. Então, descubra logo abaixo quais são as principais tendências para decidir em que investir seu capital.

Expansão dos investimentos no ramo de saúde

Uma das principais tendências é a expansão dos investimentos no ramo da saúde. Isso é algo que já vem acontecendo e com a pandemia, os gastos que a população tem com saúde tendem a aumentar ainda mais.

Com isso, é uma boa oportunidade aproveitar esse crescimento e apostar parte do ativo da carteira nesse setor.

O uso da tecnologia a favor do segmento da saúde permite que novos modelos de tratamentos sejam implementados, como a iniciativa da telemedicina. Ademais, pesquisa e desenvolvimento são duas áreas que estão em constante crescimento nesse setor.

Dessa forma, essa tendência pode ser uma boa indicação de onde você pode olhar quando estiver analisando suas opções de investimento, pois setores com esse tipo de crescimento são os mais promissores para 2021 e tendem a ter menor risco de sofrimento de oscilação, pois saúde está em alta e é algo importante para as pessoas.

Investimentos em sustentabilidade

Outra questão que precisa ser levada em consideração para 2021 é o crescimento nos investimentos em sustentabilidade. O modo de consumo está em mudança e cada vez mais o foco está se voltando para um consumo consciente, com preocupação com a sustentabilidade do meio ambiente.

Desse modo, segmentos que tenham impulso nesse sentido também têm a tendência ao crescimento. Consequentemente, é uma boa previsão de investimentos positivos. Nesse caso, variar a carteira de investimentos e incluir ativos que tenham vínculo com sustentabilidade é uma tendência para 2021.

Diversas empresas estão buscando alternativas mais sustentáveis a seus produtos e estão mudando suas orientações para se tornarem parte do novo movimento sustentável que vem em crescimento. Com isso, daqui para frente, as opções de investimentos nesse ramo tendem a ser cada ver mais variadas e possíveis.

Bolsa de valores

No que diz respeito à bolsa de valores também é possível encontrar tendências a serem seguidas em 2021. Uma das gestoras mais reconhecidas do mercado, a Verde Asset Management, diz que o período econômico atual não afetou o valor das empresas a longo prazo, apesar de ter impactado a bolsa a curto prazo.

Com isso, o ideal é pesquisar o valor de mercado das empresas em uma perspectiva de longo prazo para saber se é interessante o investimento, nesse momento. Fazendo isso se evita de acabar realizando um investimento perigoso, com retorno negativo.

Ademais, o economista Marcelo Weber da Invexa Capital diz que, em análise a um cenário internacional, o mercado a nível mundial já deu uma melhorada com alocação de mercados emergentes.

Muitos investidores estrangeiros que tinha saído do Brasil quando a pandemia iniciou, voltaram no final do ano de 2020, proporcionando um aumento de 16% no Ibovespa, conforme o economista.

Assim, a tendência da bolsa de valores é de que diversas empresas conseguirão retomar suas atividades com a retomada da economia, o que resulta em positividade para as ações. Além disso, os bancos digitais podem estar em crescente, sendo uma tendência também positiva para a bolsa.

Juros e inflação

Dentro do campo de juros e inflação, uma das principais tendências é de o Banco Central vai começar a subir os juros. Além disso, segundo boletim Focus, a Selic deve chegar aproximadamente em 3% no final de 2021, e aumenta a expectativa sobre a elevação da inflação.

O esperado para o IPCS é que tenha avanço maior de 4%, que era considerada a meta para o período.

Isso tudo quer dizer que, como tendência do mercado de investimento, o interessante é buscar investir parte da carteira em produtos financeiros que tenham pagamento com juros real, que rendam pelo IPCA e taxa fixa. Dessa forma, o investidor consegue ter a garantia, ao menos, do poder de compra.

Investimento em renda fixa

Com as questões levantadas anteriormente, uma das tendências dos investidores no período de 2021 é dar preferência aos investimentos em renda fixa. Com a variação dos índices de juros e demais questões econômicas, para ter maior segurança de acúmulo de patrimônio é importante assumir menos riscos, conforme indica Gabriela Mosmann, que é analista de investimentos na Suno Reserach.

Investidores que possuem perfil arrojado e que gostam de assumir riscos maiores em espera de boas respostas a longo prazo, pode ser que precisem ter mais cautela quando forem escolher seus investimentos para que o risco não acabe sendo além do calculado.

Isso não quer dizer que nenhum investimento possa ser feito em renda variável, absolutamente. No entanto, nesse momento, com a questão do calendário de vacinas ainda bem instável e avançando muito devagar, pode ser que a retomada econômica ainda demore um pouco, abrindo maior espaço para zelar pela segurança do investimento.

O ideal é buscar produtos de renda fixa com prazos mais longos, como títulos de inflação, debêntures e fundos que são próprios para esses casos, diz a analista.

Um bom exemplo são os fundos de crédito privado como de debêntures, bem como dar preferência a fundos que atuam com empréstimo para empresas que são de grande porte e sólidas.

Com isso, os riscos são consideravelmente menores, o que é sempre bom para situações em que há maior possibilidade de mudanças em um cenário geral.

No entanto, mesmo assim é preciso diversificar a carteira e não apostar toda a margem de renda fixa apenas nesse tipo de fundo.

Ademais, vale sempre ressaltar que qualquer tipo de investimento como esse, precisa de análise prévia acerca da empresa gestora para verificar o risco.

Além disso, outra saída para conseguir atuar dentro das opções de renda fixa é o Tesouro IPCA .

Em geral, a ideia é fazer os investidores conseguirem investir com menor risco, já que o momento está sendo mais arriscado do que o normal, justamente por conta do cenário econômico que foi abordado no começo do artigo.

Investimentos no exterior

Outra tendência que o ano de 2021 deve trazer no mercado de investimento é o aumento de investimentos no exterior, conforme a Bessa. Isso deve acontecer em razão da busca por alternativas que muitos brasileiros estão enfrentando por causa dos juros baixos.

Com a baixa rentabilidade de investimentos por conta de juros baixos, o Brasil tende a diversificar a cultura de economia fechada que possui, pois até então os investimos no exterior são poucos.

Dessa forma, pode ser que o mercado de investimentos passe a olhar mais para o exterior para encontrar formas mais rentáveis de investir ativos, significando diversificação de riscos dentro da carteira.

Considerações finais

Com todas as tendências de investimentos para 2021 trazidas até aqui você consegue ter maior conhecimento e entender um pouco mais sobre o que se espera do mercado de investimentos nesse ano.

Dessa maneira, com análise cuidadosa de tudo que foi abordado e levando em consideração os riscos explanados, as chances de seus investimentos serem bem-sucedidos é maior, o que é sempre algo importante.

Dessa forma, antes de repensar seus investimentos e agir para seguir adiante, leve em consideração todo o cenário trazido aqui para que nenhum passo seja dado em falso e os investimentos sejam positivos mesmo em períodos mais complicados.

Compartilhe este conteúdo

Simule seu investimento aqui

Oferecemos uma alternativa lucrativa para aplicar seu dinheiro de forma segura e profissional, com retorno consideravelmente superior ao de qualquer aplicação básica oferecida hoje no mercado.

Que tal acompanhar a performance dos nossos investimentos?

Preencha o formulário abaixo com seus dados e o valor do investimento (em US$) a ser simulado. Na sequência enviaremos no seu e-mail um link de acesso ao nosso sistema, onde você poderá conferir o quanto este dinheiro teria rendido nos últimos 12 meses.