Descubra Os 5 Principais Benefícios de Investir em Renda Fixa

Renda Fixa

Conteúdo do texto

Certamente, sabemos que o nosso dinheiro é bastante precioso para ser usado de qualquer maneira. Atualmente, existem diversas formas de fazer os nossos rendimentos financeiros crescerem de forma exponencial, e uma delas, é investir no mercado financeiro. Mesmo que você não entenda sobre o mercado de investimentos, já deve ter ouvido falar da Renda Fixa.

Ela é, basicamente, uma modalidade de investimento para perfis mais conservadores e que se sentem mais confortáveis em saber o quanto virá de retorno sobre um valor investido.

Portanto, confira o nosso post até o final e entenda o conceito e os principais benefícios que você obterá ao investir em renda fixa hoje mesmo.

Renda fixa: o que é?

Em geral, podemos definir que a renda fixa nada mais é do que uma modalidade de investimento que é exclusivamente voltada para pessoas que possuem um perfil mais conservador.

Em outras palavras, a renda fixa é destinada a investidores que buscam bons retornos financeiros, mas sem que a sua segurança esteja de lado. Por esse motivo, dizemos que o investimento em renda fixa significa, basicamente, saber o quanto teremos de retorno ao final do prazo de sua aplicação, mesmo que os investimentos sejam classificados em pré e pós-fixados.

Além disso, existem diferentes produtos baseados nesse tipo de categoria, com diferentes vantagens e características. Um exemplo a citar são as LCI (Letra de crédito de Imobiliário) e LCA (Letra de Crédito de Agronegócio), LF (Letra Financeira), CDB (Certificado de Depósito Bancário), LC (Letra de Crédito), Debêntures, Tesouro Direto, COE e a caderneta de poupança.

Como a Renda Fixa funciona?

Antes de tudo, os rendimentos em renda fixa, geralmente, ficam disponíveis para compra em corretoras e bancos. Entretanto, quando nos referimos às LCIs/LCAs, LFs, LCs e CDBs, estas são emitidas pelos bancos, enquanto o Tesouro Direto pode ser emitido pelo Governo Federal.

Sendo assim, é possível que uma pessoa já comece a realizar seus primeiros investimentos diretamente pelo seu banco de preferência ou por meio de uma corretora, que nada mais é do que um “supermercado” para investimentos. Por meio delas, você poderá ter acesso a uma gama de produtos, em relação aos bancos que oferecem apenas produtos específicos.

Contudo, tratando-se dos títulos públicos (Tesouro Direto), eles não podem ser adquiridos diretamente pelo Tesouro Nacional. Para investir neles, você deve ter uma conta ativa em uma alguma corretora ou um banco de investimento.

Renda Fixa: o que são títulos pré e pós-fixados?

Em suma, para quem está entrando no mundo dos investimentos, é bastante comum ouvir esses termos quando o assunto é a Renda Fixa.

Para que possamos entender ainda melhor sobre essa modalidade de investimento, podemos definir que os títulos prefixados são aqueles tipos de investimentos que oferecem taxa de retorno já conhecida na hora de aplicação.

Em outras palavras, não importa o quanto as taxas se movimentem — seja para menos ou mais — o seu retorno já está previamente definido para o resgate. Se formos dar um exemplo disso, podemos lembrar das aplicações de LCI (Letras de Crédito Imobiliário) que rendem cerca de 10% ao ano.

Quando nos referimos aos investimentos pós-fixados, o investidor só obterá o seu rendimento no futuro. Entretanto, ainda é possível realizar simulações para se ter uma base real do valor que será retornado para você.

Assim, devemos lembrar que esses rendimentos sempre estão relacionados a algum tipo de índice, tais como a Taxa Selic, CDI (Certificado de Depósito Interbancário) ou IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Quais são os benefícios de investir em Renda Fixa?

Agora que você já sabe o conceito e a funcionalidade da Renda Fixa, confira abaixo os principais benefícios e vantagens que o investidor terá ao aplicar nessa modalidade:

1. Liquidez

Devemos lembrar que grande parte dos investimentos em renda fixa tem como principal característica a liquidez. Isso porque essas aplicações são de extrema importância para a nossa carteira, sobretudo pelo fato de haver a possibilidade de realizar o resgate desses valores investidos imediatamente.

Contudo, é interessante frisar que nem todas as aplicações em renda fixa podem oferecer liquidez. Alguns exemplos a citar são os títulos do Tesouro Selic e os CDBs de liquidez diária, que oferecem total comodidade para realizar o resgate imediato do valor.

2. Baixo Risco

Em geral, sabemos que todos os investimentos realizados em Renda Fixa oferecem uma situação em comum: apresentam um baixíssimo risco. Já que se trata de modalidades de investimentos com rentabilidades já predefinidas ou atreladas a indexador, tal como a Taxa Selic, essas aplicações se livram de quaisquer riscos.

Em outras palavras, elas acabam não sofrendo nenhum tipo de variação de preço, se formos comparar o que ocorre em ações decorrentes da Bolsa de Valores. Elas são influenciadas diretamente pelo cenário econômico, e dessa forma, podem oferecer diversas oscilações.

Portanto, o único risco que o investidor poderá ter ao aplicar na modalidade Renda Fixa é a quebra da instituição no qual o dinheiro foi aplicado.

Mas, de qualquer forma, há diversas aplicações que são atreladas ao Fundo Garantidor de Crédito, o que confere mais proteção e, além disso, assegura o retorno do capital investido, caso a instituição financeira decrete falência, por exemplo.

3. Reserva emergencial

Não menos importante do que todos os benefícios e vantagens citados acima, ter a oportunidade de garantir uma reserva emergencial é de suma importância para uma qualidade de vida ainda melhor.

Portanto, a melhor maneira de investir em uma reserva é aplicar uma porcentagem mínima de suas economias em renda fixa, já que essas aplicações, como bem sabemos, apresentam alta liquidez e oferecem baixos riscos. Por esse motivo, busque investir uma parte de seu dinheiro na renda fixa de alta liquidez, pois assim você poderá retirá-lo em qualquer momento.

4. Retornos com alta previsibilidade

As taxas indexadas e predefinidas da renda fixa podem reduzir o risco das aplicações, tornando-as muito mais previsíveis em se tratando de retornos.

Nessa questão, caso você apresente um perfil de investidor mais conservador, pode ser considerável aplicar parte do seu patrimônio em renda fixa, uma vez que você poderá observar os valores que irão retornar para a sua carteira.

5. Fácil contratação

Em geral, a facilidade de acesso é um dos principais benefícios da renda fixa. Isso porque, por meio de poucos cliques, você será capaz de realizar a retirada do seu dinheiro da conta corrente e, assim, aplicá-lo no produto que se sentir mais interessado.

Do mesmo jeito que se torna fácil para depositá-lo, também é fácil para resgatá-lo, caso exista alguma urgência de resgate ou alguma oportunidade para investir em produtos ainda melhores e mais rentáveis.

Como começar a investir em Renda Fixa?

Certamente, qualquer pessoa pode começar a investir em renda fixa. Basta seguir o passo a passo abaixo:

1. Verifique a sua disponibilidade financeira para investir

Para começar, é necessário saber o quanto tem de dinheiro disponível antes de escolher a melhor opção de investimento para o seu objetivo. Isso ocorre porque existem determinados tipos de investimentos que exigem um aporte inicial de ao menos 5 mil reais (exceto o Tesouro Direto, pois nele já é possível começar a investir com apenas R$ 30).

2. Veja se para você ficaria melhor investir com prazo indeterminado ou fixo

Em outras palavras, busque averiguar o tempo ideal que você poderá ficar sem mexer no seu dinheiro investido, caso tenha aplicado em investimentos sem liquidez.

Além disso, também pode ser importante lembrar que no mercado financeiro existem diversos tipos de investimentos que consideram diferentes tipos de prazos: desde meses até anos.

3. Escolha entre o pré ou o pós-fixado

Como dito acima, é possível optar pelos investimentos pré ou pós-fixados. Por esse motivo, busque avaliar o conceito de cada um deles, a fim de mensurar qual é o mais considerável para seus objetivos pessoais.

4. Considere as opções que mais combinam com seu perfil

Como podemos perceber, na Renda Fixa existem diversos produtos com diferentes tributações, riscos e prazos. Portanto, antes de realizar a escolha de seus produtos, faça uma criteriosa pesquisa e busque o suporte de uma corretora para te ajudar em todos os processos e escolher o produto que mais combina com o seu perfil de investidor.

5. Busque diversificar sua carteira

Não menos importante do que todos os itens citados acima, é ter a ciência de que diversificar a sua carteira de rendimentos fixo é mais uma forma estratégia de você conseguir obter excelentes rendimentos financeiros.

Dessa forma, conte um time de especialistas que estão dispostos a te ajudar a qualquer momento.

Conclusão

Conforme vimos, o mundo dos investimentos pode ser uma excelente alternativa para quem busca traçar caminhos financeiros ainda mais prósperos e rentáveis.

Melhor do que deixar o seu dinheiro rendendo zero na poupança, é ter o conhecimento da renda fixa e obter todos os meios necessários para aplicar o seu dinheiro de forma inteligente.

Portanto, escolha os produtos de renda fixa que melhor se encaixem ao seu perfil e veja seu patrimônio crescer ainda mais.

Agora que você já sabe o conceito, a importância e os benefícios de se investir em renda fixa, entre em contato conosco e saiba como a nossa plataforma de investimentos poderá otimizar o seu tempo e tornar suas aplicações ainda mais fáceis e práticas.

Compartilhe este conteúdo

Simule seu investimento aqui

Oferecemos uma alternativa lucrativa para aplicar seu dinheiro de forma segura e profissional, com retorno consideravelmente superior ao de qualquer aplicação básica oferecida hoje no mercado.

Que tal acompanhar a performance dos nossos investimentos?

Preencha o formulário abaixo com seus dados e o valor do investimento (em US$) a ser simulado. Na sequência enviaremos no seu e-mail um link de acesso ao nosso sistema, onde você poderá conferir o quanto este dinheiro teria rendido nos últimos 12 meses.