Como Funciona o Investimento em Ações e Como Começar a Investir Dinheiro na Bolsa de Valores

Como investir em ações

Conteúdo do texto

Investir em ações é uma das formas mais eficientes de obter bons rendimentos, mas é necessário ter conhecimento acerca do cenário do mercado financeiro e saber como investir de forma mais segura e eficiente.

Isso quer dizer que para você investir em ações precisa levar em considerações vários fatores e entender a dinâmica da bolsa de valores.

Tudo isso pode parecer complicado, no entanto, quando você analisa de forma objetiva e adquire conhecimento sobre o assunto, passa a entender que, pode ser complicado, mas é muito viável.

Assim, neste artigo, você vai conhecer algumas das principais informações que precisa saber como investir em ações, para que possa aplicar na prática e se tornar ativo nesse mercado de investimentos.

Como funciona o investimento em ações

Antes de adentrar no assunto, é importante falar sobre o que são as ações. Muitas pessoas falam em ações, mas não sabem exatamente o que são. Para esclarecer essa parte crucial é preciso olhar para o cenário empresarial.

As ações que os investidores possuem, compram e vendem, são ações de empresas. Isso quer dizer que comprar uma ação de uma empresa significa comprar um pedaço daquela companhia, de modo que você se torna sócio.

Ao se tornar sócio, você tem participação nos lucros que a empresa tiver enquanto você for possuidor das ações. Além disso, a obtenção dos lucros é proporcional ao número de ações adquiridas.

É verdade, porém, que não somente o lucro é divido entre os sócios acionistas, como também os prejuízos. E é por isso que se diz que investir em ações é um investimento de risco, porque as empresas podem lucrar ou podem sofrer queda na valorização das ações.

Por isso, você precisa conhecer o que pode levar as empresas a terem altos e baixos, assim como entender o funcionamento do mercado de ações para que possa investir de forma consciente e de acordo com seus interesses financeiros.

Essa possibilidade de ter boa rentabilidade, associada à chance de ter prejuízos, é o que faz o risco do investimento em ações. Esse tipo de investimento é um dos mais voláteis, que significa que o cenário muda constantemente.

Isso é típico dos investimentos de renda variável, onde não há como saber, no momento da concretização do investimento, qual será e se haverá lucro no futuro. O que é o oposto dos investimentos de renda fixa.

Na renda fixa, no momento em que você contrata o investimento, já sabe quanto irá render no final do período contratado. Ou, no mínimo, sabe quais os índices que serão aplicados ao longo do investimento.

Um exemplo de renda fixa é o CDB, que é aquele investimento que você faz diretamente em seu banco, onde deposita um valor e recebe o pagamento de uma taxa mensal. Nesse caso você está emprestando seu dinheiro ao banco pelo tempo acordado no contrato, e o banco está pagando uma taxa por isso.

Como pode ver, no caso das ações, o que acontece é bem diferente. Isso porque os valores das ações variam conforme muitas questões que não podem ser previstas em contrato.

Em regra, o que influencia na alta e na baixa de ações vai desde a política nacional e a administração dos gestores, até o custo de moedas estrangeiras e o cenário econômico em geral.

Para investir em ações existem mecanismos que podem ser utilizados para criar estratégias e conseguir prever os movimentos da bolsa de valores e saber quando é o momento de comprar ou vender ações e quais são as mais indicadas a você.

Ibovespa

Mas, antes de entrar nas estratégias, vamos falar um pouco sobre a bolsa de valores. Mesmo que você nunca tenha investido antes, já ouviu falar na Ibovespa. Pois bem, a Ibovespa é o nome dado à bolsa de valores do Brasil.

É através dela que ocorrem as transações de compra e venda de ações e ela serve para que tudo isso seja feito com segurança. É como se fosse um intermediário para que quem compra uma ação tenha a segurança de que receberá a ação prometida, bem como para quem vende ter a segurança de receberá o valor tratado.

Além disso, é a bolsa de valores que guarda suas ações enquanto possui, de forma que para comprar e vender você não precisa ir até a empresa e negociar pessoalmente com os responsáveis.

Isso significa que é por meio da Ibovespa que as ações são negociadas, facilitando a vida dos investidores e das empresas, pois tudo fica reunido em um só local.

Dessa forma, para saber como investir em ações, entender essa dinâmica da bolsa de valores é essencial. E é justamente sobre isso que iremos abordar logo abaixo

Como funciona a compra e venda de ações

Que o investimento em ações ocorre a partir da bolsa você já sabe. Porém, existe mais de uma forma de você ter acesso às ações de uma empresa.

A primeira é a partir do mercado primário, que é quando ocorre a compra do investir com a ação que está em posse da empresa. Nesse caso, a negociação ocorre diretamente com a fonte da ação.

Porém, existe a possibilidade de você investir em ações adquirindo de outro investidor, o que é totalmente válido e legal. Isso porque, no momento em que uma empresa abre seu capital para ser vendido em ações, e um investidor compra, ele possui o direito de revender para quem desejar.

Desse modo, boa parte das ações negociadas ocorre justamente no cenário do mercado secundário. Isso ocorre porque há maior fluxo de investimentos, uma vez que é muito comum haver compra e venda em curtos períodos de tempo.

Assim, depois de encontra a fonte da compra da ação, você precisa decidir como vai lidar com essa ou essas ações. Uma das formas é comprar e aguardar que ela valorize para depois fazer a venda.

Isso pode levar um tempo, de forma que é um investimento a longo prazo. No entanto, também pode ser um investimento a curto prazo, se você souber identificar as ações certas, no momento certo. Assim, terá uma valorização alta e rápida e venderá para obter os lucros. Essa é a chamada compra direta.

Porém, existem outras formas de como investir em ações, como nos fundos de investimentos. Um fundo de investimento é administrado e criado por uma corretora ou um banco. Dentro disso, você compra as cotas e o fundo é gerido pela corretora, de forma que seu lucro vai depender da qualidade da gestão.

Além disso, existem os clubes de investimentos, onde você pode se unir a um grupo de pessoas para que realizem o investimento em ações de forma conjunta. Com isso, surge a possibilidade de investir maior capital, com recursos de todos. Após, tanto os ganhos quanto as perdas são divididas.

Estratégias para investir em ações

Além de saber como funciona a bolsa, os meios de investir em ações e o que influencia esse mercado, também é preciso saber como escolher as ações. Essa é uma parte importante, pois é por meio de estratégias que você consegue identificar as melhores oportunidades de investimento.

Dentro disso, uma das estratégias existentes é a análise fundamentalista. Nessa análise você olha as perspectivas que determinadas ações possuem em médio e longo prazo. É uma forma de conseguir verificar qual o potencial que elas possuem de crescimento futuro.

Outra estratégia para saber como investir em ações é a análise técnica, onde você analisa o padrão de comportamento das ações da empresa. Verifica se houve alta ou baixa nos últimos tempos.

Para isso, conhecer a empresa da qual as ações são oriundas, é essencial. Porque, normalmente, existem empresas que oferecem ganhos crescentes, que já são estabilizadas e consolidadas no mercado.

Isso não significa que o risco não exista, mas se torna muito mais fácil prever as movimentações das ações quando as companhias são consolidadas no mercado financeiro.

Além disso, outra estratégia existente que você pode adotar é a análise Tape Reading, que pode ser a mais complicada, porque atua em um período muito curto de tempo. Ela serve para que você identifique mais de uma operação dentro de um minuto, na qual verifica movimentos pequenos nos preços das ações e analisa o comportamento dos investimentos no momento em questão.

Por isso, é essencial estar a par de como funciona a bolsa de valores e conhecer e acompanhar o cenário econômico, pois tudo faz diferença quando se está fazendo investimento de renda variável.

Dessa forma, existem várias formas de como investir em ações, vai depender muito do tipo de objetivo que você possui e do seu perfil de investidor. Investidores que possuem um perfil não tão agressivo podem preferir analisar as ações para compra e venda em longo prazo.

Já investidores com perfil mais arrojado, que significa agressivo, podem preferir ficar atentos às pequenas variações de mercado para obterem lucros em curto prazo. Nesse caso, podem preferir compra e venda direta para terem total autonomia de decisão.

Assim, é preciso sempre estudar a bolsa e escolher as ações com consciência para que os riscos da operação sejam os menores possíveis.

Compartilhe este conteúdo

Simule seu investimento aqui

Oferecemos uma alternativa lucrativa para aplicar seu dinheiro de forma segura e profissional, com retorno consideravelmente superior ao de qualquer aplicação básica oferecida hoje no mercado.

Que tal acompanhar a performance dos nossos investimentos?

Preencha o formulário abaixo com seus dados e o valor do investimento (em US$) a ser simulado. Na sequência enviaremos no seu e-mail um link de acesso ao nosso sistema, onde você poderá conferir o quanto este dinheiro teria rendido nos últimos 12 meses.